13 julho 2010

Um ano depois do fim ...e de outros inícios



Perdi um amigo...novamente.
A vida.
Foi a vida e a minha belíssima ajuda.

Sei que sabes que não saí do Facebook. Apenas te bloqueei...
Odeio charadas, enigmas e meias palavras.
E as frases que só tu percebes.
Pensas que sou como tu. Mas não sou.
Essas são conversas entre ti e o outro "tu". Não são conversas entre nós.

Se me quiseres falar, sabes onde me encontrar...
Mas sem nicks.

Vou sentir a tua falta. Todos os dias 18 de Junho... principalmente.

Fiz merda. Magoei-te.
Baralhei-me toda. Fiquei tão contente por te reencontrar que pensei...pensei mesmo sentir aquilo que disse...
E não medi as consequências do que estava a fazer ao dizer-te aquilo.
E magoei-me também.

É uma cicatriz que dói todos os dias.

Espero que um dia possamos voltar a ser amigos...

Desculpa.
Adeus.




12 comentários:

BlackQuartzo disse...

É o pedido de Desculpas mais sincero que alguma vez vi de alguém para alguém.
A palavra desculpa não deve ser usada em vão... mas quando usada com sinceridade é das coisas mais belas entre duas pessoas.

Decerto que ele te desculpa e decerto que ele deseja a tua amizade.


Um Beijo

J disse...

.... and now, either he is an inteligent guy or not... and one last comment... people just don't "become friends again"... either we are friends or we are not... Friendship is not like love... it never dies. U R special or u wouldn't have writen what u did...

BlackQuartzo disse...

O teu blog vai acabar?

Patrícia Manhão disse...

Que disparate Black.

Patrícia Manhão disse...

J... it took me a few hours...but now i know.
You make me smile.

J disse...

There is nothing more beautiful than a smile when it says something, when it comes from the heart... Keep on smiling. I know your smiles come from there.
And maybe he is a smart guy and by now he is thinking: "I will not hold her to her words as deep emotions are often expressed in irrational words."... usually men are stupidly proud and have a certain difficulty in turning back even when it is what they want the most.

Patrícia Manhão disse...

I´m happy to be your friend J...
I really am.

:*

Code #1 disse...

Quando se gosta, nem é necessário ser muito inteligente para se entender que as emoções fortes têm o discurso irracional.
Se ele gosta... ele perdoa... nem que seja pelo sentido sincero da palavra.


A minha parte pouco conta aqui... mas se eu fosse eu, por mim estarias mais que perdoada.

:*

ragnatela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Eu estou aqui ***

Patrícia Manhão disse...

beijos para todos...


( Anónimo: ...eu sei )

Miguel disse...

Bonito post!

Porque pode o Amor acabar e a amizade não?

Isso não faz sentido!

 
;