13 fevereiro 2013

I Love It When You Talk Dirty












"Depois de uma Baltika nº 5, antes de uma Baltika nº 2, após roer a unha do mindinho da mão direita, só na medida de me fazer evitar roer qualquer outra, vício que troquei pela tesoura, depois de esperar mais do que me apetece nos dias fáceis, embora o ar condicionado do carro minimize os prejuízos, após tirar os sapatos para o chão, um para cada lado, depois de me lembrar de enviar este mail, desaperto e atiro as calças para a primeira cadeira que me vier à cabeça, após já ter tirado as meias pretas (sem ligas), vou decidir duas coisas: qual o disco a por a tocar, e se dispo os boxers e fico à espera, de uma forma filosófica, que me façam um broche.

 Assim, depois de uma Baltika nº 5, antes de uma Baltika nº 2, um broche era o melhor fim de tarde, que neste momento consigo lembrar. Claro que podia imaginar algo mais complexo e substancial, mas às vezes, as coisas simples são tão apetecíveis...

ps: um broche lento, demorado, com a boca a passar de cada lado, as mãos húmidas a moldarem o caralho, um barulho surdo a saliva, e uns olhos bem sorridentes a acompanhar uma língua sinuosa..."




[ I´m back ]


7 comentários:

João Carvalho disse...

well come back.....nice came back

Eros disse...

Be back, be in front, be sideways... :)

Estás sempre cá... a sensibilidade nunca cessa por aqui, mesmo quando existem os hiatos normais entre publicações.

Beijinho

Pedro M disse...

Ohh gosh!!!

Irresistible!

Kisses

SinneR disse...

por vezes um pouco dirty fica bem...

bj doce

Patrícia Manhão disse...

;-)

Marquis de Sade disse...

Acho que defines tudo quando ... ""as coisas simples são tão apetecíveis..."
:*

perfeitoDilema disse...

juntanto ao delicioso olhar intenso..de brilho no canto e um sorriso rasgado como quem diz...estas a gostar sacana?

 
;